3 Erros comuns no ajuste dos graves

Com certeza aumentando o nível dos graves no ar, irá fazer a emissora de rádio ter um som bem mais pesado criando uma identidade diferenciada no dial, porém esta é a maneira mais fácil de saturar o processamento criando um som desagradável para os ouvintes.

 

1 -  Aumentar o nível subsônico dos graves irá com certeza fazer com que o subwoofer do carro salte para fora mostrando todo o seu poder de reproduzir os sons graves. Porem será isso necessário? Os nossos ouvidos são muito menos sensíveis aos sons graves do que são para as medias frequências. O excesso de graves somente irá consumir muito da modulação diminuindo a cobertura do sinal da radio.

2 - Se você tiver equipamentos analógicos com mais de 5 anos na corrente de processamento, considere a substituição ou então a troca dos capacitores eletrolíticos deles. Isso trará de volta os graves que foram perdidos. Isso porque a medida que os capacitores eletrolíticos envelhecem, seu valor normalmente diminui e eles lentamente, destroem os graves. Acontece tão devagar que você nunca vai perceber isso no dia-a-dia.

 

3 - Resista à tentação de copiar os maus hábitos de um concorrente e isso se aplica especialmente às configurações de sons graves no ar. Ouça as estações concorrentes e mantenha um registro do que você gosta e do que não gosta, mas siga seu próprio ritmo.

O que é realmente importante é o som da sua estação nos rádios que seus ouvintes estarão usando para ouvir seu conteúdo de áudio.

Artigo escrito por: Jorge Faria

Consultor de Broadcast da Audiotx e Stereotool FM

www.stereotool.com.br

www.audiotx.com.br

Siga-nos nas redes sociais

  • Black Facebook Icon

Copyright © 2020 David Faria. All Rights Reserved.