Futuro dos Processadores:

Com o desenvolvimento atual eu acredito que o futuro dos processadores de FM caminha para um sistema multimodo, onde possam oferecer RDS + Processamento digital (Streaming) + processamento para o ar (MPX). Processadores modernos tornaram-se canivetes suíços virtuais, exemplos: Stereo Tool FM – SST da Omnia – Sound4 e outros.

Atualmente devemos lembrar que existem diferenças entre o processamento analógico e o digital( streaming) Cada um requer uma abordagem diferente, porem todos exigem que se tenha um áudio de origem de qualidade.

- Modo analógico necessita de clipping (clipar) e limitar para alcançar mais volume e loudness.

- Modo digital (streaming) processamento multibanda com um bom limitador que seja  eficiente para suavizar as transições entre músicas e vozes.

Não deve ser tratado como FM, utilizar o limiter com um bom ajuste ter certeza que tudo esteja em fase para quando se ouvir em mono nos Smartphones o áudio não seja comprometido.

Mas a realidade é que a tecnologia não para de evoluir e o conceito nas Nuvens já começa a despontar como uma realidade, virtualização e softwares.

Vai existir maior flexibilidade, redundância, e melhor qualidade. Imagine nenhum problema com links (STL) para enfrentar, servidores de internet ativos (ISPs) pode se fazer atualizações com um simples toque no mouse em vez de exigira a presença física sem dizer que irá reduzir significativamente racks de equipamentos.

A internet está evoluindo cada vez mais, se tornando robusta e confiável. O rádio caminha para a virtualização não tenho dúvidas disso.

 

Pude constatar isso com a pandemia do Covid-19 , conceitos estão mudando sobre a necessidade de se ter grandes estúdios para se fazer um bom rádio.

 

O que significa isso para processamento?

Eu acho que o COVID-19 irá acelerar a esta mudança criando soluções flexíveis através de softwares – processamento nas nuvens.  Muitos locutores estão trabalhando remotamente

de casa, em vez do estúdio, será um desafio para manter um som com qualidade.

 

Um exemplo disto é a rádio KM-FM UK localizada no sudeste da Inglaterra. Estão utilizando o Omnia Enterprize 9s (Virtual Audio Processing Software) nas nuvens.

 

Tradução de um artigo da Telos Alliance – Omnia.

Como radiodifusores , temos que encontrar maneiras criativas de permanecer no ar, aconteça o que acontecer. Até recentemente, isso significava redundância de hardware, o que é caro e, infelizmente, nem sempre o mais flexível. O Omnia Enterprise 9s foi especialmente projetado para radiodifusores que precisam de flexibilidade para mover toda a sua infraestrutura de processamento conforme necessário, e poder acessar de diferentes locais.

Omnia 9s é uma solução de processamento de áudio de alta densidade projetada para uso em situações de alta disponibilidade.

Artigo escrito por: Jorge Faria

Consultor de Broadcast da Audiotx e Stereotool FM

www.stereotool.com.br

www.audiotx.com.br

Siga-nos nas redes sociais

  • Black Facebook Icon

Copyright © 2020 David Faria. All Rights Reserved.